Cidadão alvejado na perna ao ser assaltado no Talatona

A vítima que havia sido orientada pelos superiores hierárquicos a proceder o levantamento de 500 mil Kwanzas foi socorrido pela polícia e levado até ao Hospital Geral de Luanda

Um cidadão, de aproximadamente 30 anos, foi alvejado na perna, ontem, em Luanda, em consequência de um assalto, no qual lhe foram roubados cerca de 500 mil Kwanzas, por dois meliantes, que se faziam transportar numa motorizada.

A ocorrência teve lugar por volta das 12horas, numa via secundária (de terra batida) junto à actual sede da Empresa Pública de Águas de Luanda (EPAL), em Talatona. Segundo a colega da vítima que também seguia na viatura de modelo Zenza, de chapa de matrícula LD- 25-03-FP, pertencente à empresa de construção civil CAMS, tinham acabado de levantar o montante, no Banco Millenium, e dirigiam-se para sede da instituição para a qual prestam serviços, na Avenida Fidel de Castro.

Entretanto, o percurso veio a ser interrompido, a poucos metros do referido banco, quando dois meliantes que se faziam transportar numa motorizada, colocaram-se à frente da viatura, fazendo com que o condutor, sem alternativa a embatese contra a parede.

Sob o olhar dos lavadores de carro e dos demais transeuntes que ali passavam, mas viam-se impedidos de reagir porque estavam armados, um dos jovens que se fazia transportar na mota desceu e abordou o motorista, fazendo sinal que queria a pasta onde se encontravam os valores.

“ O vidro estava levantado, efectuaram o primeiro disparo para cima e depois alvejaram a perna do meu colega”, detalhou a colega, acrescentando que o outro ocupante da motorizada insistia que o comparsa também a alvejasse. Vendo-se já em posse dos 500 mil Kwanzas, os meliantes desistiram de fazer a segunda vítima, preferindo colocar-se em fuga, tendo os efectivos da Polícia Nacional chegado minutos depois.

A vítima, que se encontrava ensanguentada, com ajuda de alguns populares foi transportada para o interior da viatura da Polícia, Toyota Land Cruiser, e levada ao Hospital Geral de Luanda. Enquanto que a sua colega que presenciara tudo, aguardava pela chegada de outros funcionários da empresa CAMS. Importa realçar que semelhante acção foi registada a cerca de dois meses, no bairro José Pirão, em Luanda.

A vítima, que também saía duma unidade bancária onde procedeu ao levantamento de sete milhões de Kwanzas, foi alvejada na perna, por meliantes que a seguiam no interior de uma viatura e o abordaram em forma de assalto. Na ocasião, o director do Gabinete de Comunicação institucional e imprensa do Ministério do Interior, na província de Luanda, Mateus Rodrigues, aconselhou aos cidadãos a solicitarem o serviço de escolta da Polícia ou a contactarem empresas privadas de segurança para este fim.

error: Content is protected !!