Caála vence Petro na estreia de Toni Cosano

Com bis de Paizinho aos 34 e 46 minutos, o Recreativo da Caála recebeu e venceu, por duas bolas a uma, ontem o Petro de Luanda, para acerto da 20ª jornada do Girabola Zap. Com este resultado, os tricolores atrasam-se na perseguição ao 1º de Agosto, líder com 44 pontos

Ainda no ‘calor’ do despedimento do hispano-brasileiro Beto Bianchi, bem como do afastamento na fase de grupo da Taça da Confederação (CAF), pelos quenianos do Gor Mahia, o Petro de Luanda, agora sob a orientação técnica de Toni Cosano, foi ontem derrotado no Estádio Mártires da Canhala, pelo Recreativo da Caála, por duas bolas a uma.

Desde o princípio da partida, os petrolíferos sempre foram os que mais importunavam o último terço dos caalenses, mas por força de uma grande exibição de Paizinho, tal exibição acabou por se esfumar, pois num curto espaço de tempo, propriamente aos 34 e 36 minutos, Paizinho marcou os tentos para a alegria de David Dias, que com esta vitória, ante um colosso do futebol nacional continuará a merecer a confiança da direcção. Por força de uma assistência de Ricardo Job, Tiago Azulão, aos 55 minutos, foi o marcador de ser viço dos petrolíferos.

Com este resultado, o clube do Catetão fica mais distante da luta pelo título da maior montra do futebol nacional, mas continua na segunda posição com os mesmos 37 pontos, menos sete que o 1º de Agosto, tricampeão nacional. O Recreativo da Caála, por seu lado, com esta vitória, ascende à oitava posição, agora com 25 e cinco pontos, estando neste momento a três pontos do sexto classificado, o Progresso do Sambizanga, com 28. À imprensa, no final da partida, disputada no Estádio Mártires da Canhala, Tiago Azulão reconheceu que a sua equipa cometeu erros, o que ditou a vitória dos anfitriões.

error: Content is protected !!