Carta do leitor: o renascer da esperança: o transplante!

Ontem o Conselho de Ministros deu um passo que deverá mudar para sempre a vida de muitos angolanos. há vários anos que milhares de cidadãos angolanos lutam para conseguir um transplante por causa de várias patologias de que padecem, mas este procedimento não era possível porque a proposta de lei andava engavetada, não se sabe se no Palácio da Cidade alta ou mesmo num dos gabinetes do nosso Parlamento. ao longo destes anos, mais de 10, segundo uma entrevista concedida por um médico (no caso Gil Ferreira) neste jornal, que eu enquanto leitor pude ler. o transplante é um procedimento médico realizado em muitos países do mundo, angola não poderia esperar que muitos dos seus fi lhos partissem para se chegar a este momento vivido hoje. quem acompanha, minimamente, os meandros da nossa política, sabe que entre os que travaram, há anos, a aprovação desse projecto, muitos submetem-se ao mesmo procedimento médico noutros pontos do mundo, enquanto uma importante franja da população nem uma esperança tinha. Felizmente, alguém se lembrou dos mais necessitados, reconhecendo-se aqui que a feitura de transplantes possa alimentar um mercado negro de fornecimento de órgãos, mas o Executivo, os serviços de defesa e segurança podem já começar a criar condições para combater este fenómeno e travar a sua proliferação agora, é importante que se ajude aqueles que verdadeiramente necessitam. Não permitam que outros filhos deste país, assim como os estrangeiros que escolheram este território para viver, não cheguem a realizar o sonho de voltarem a ter uma saúde melhor. um bem-haja ao Executivo.

leave a reply

error: Conteúdo Protegido!