Editorial: Tecnicamente errado

Uma auditoria vai procurar identificar possíveis erros técnicos na construção, neste caso reconsideração, do caminho de ferro de Benguela. talvez se deva começar pela empresa de fiscalização, talvez se deva prestar muita atenção também à gestão. E, já agora prestar atenção a muito mais obras, a todas, o país pode estar todo ele tecnicamente errado. Talvez se devesse apenas fazer uma auditoria às obras, o que é normal e desejável, mas não uma caça ao erro, como foi anunciado. isto pode semear novos erros.

leave a reply

error: Conteúdo Protegido!