Luísa Damião quer aposta das mulheres à meritocracia

A vice-presidente do MPLA, Luísa Damião, aconselhou sábado, em Luanda, as jovens mulheres angolanas (15-35 anos) a apostarem na meritocracia, para melhor representarem a sociedade. Luísa Damião esclareceu que o alcance passa por uma preparação das mesmas nas áreas de ciência, tecnologia e empreendedorismo, o que contribuirá igualmente para a conquista dos desafios no processo de implementação das autarquias locais.
A vice- presidente discursava no encerramento de uma gala de homenagem a jovem mulheres, promovida pelo Secretariado provincial da JPMLA de Luanda.
As mulheres, disse, são potenciais candidatas as autarquias locais , tendo como ponto de partida a preparação conveniente para o processo, transformando-se em activistas na moralização da sociedade na campanha de resgate dos valores étnicos, culturais e morais para que se tenha uma sociedade cada vez mais inclusiva, desenvolvida e próspera para todos.
Lamentou o facto do mês ter sido marcado por muitos casos de violência, pelo que apelou a continuidade e fortalecimento da campanha contra a violência, com a divulgação da lei contra a violência doméstica, incutindo-lhes o espírito de denúncia.
”Nós temos de denunciar os casos de violência que ocorrem nas nossas comunidade porque o silêncio, em muitos casos, funciona como cúmplice da própria violência, então devemos ter a cultura de denúncia”, frisou
A gala teve como objectivo reconhecer o contributo e dedicação da mulher jovem no desenvolvimento de Angola, homenageando senhoras dos 15 aos 35 anos de idade.

error: Content is protected !!