Mulheres apoiam candidatura de David Mendes para autarquia no Cazenga

Um grupo de mulheres junta-se a outro de jovens que no ano passado sondaram o político e advogado para concorrer nesta circunscrição

Um grupo de mulheres, de três denominações religiosas cristãs do município do Cazenga, manifestou apoio a uma candidatura do político e advogado David Mendes nas eleições autárquicas de 2020, segundo fonte familiarizada com o assunto. A fonte informou que recentemente o político se reuniu com este grupo de mulheres de algumas igrejas sedeadas no Cazenga, onde apresentou um projecto denominado “ Salvar Cazenga”.

A ideia, de acordo com a fonte, foi bem acolhida e as mulheres garantiram prestar todo o seu apoio a David Mendes, que é natural deste município. Este jornal apurou ainda que, para além das mulheres religiosas, a LIMA, organização feminina da UNITA, de que David Mendes é deputado independente, também vai apoiá-lo. Para além das mulheres, há vários jovens que decidiram também apoiar a candidatura de David Mendes, cujos núcleos estão espalhados em alguns distritos desta circunscrição. Francisco Correia é um dos rostos visíveis deste grupo de jovens, aliás, foi o seu grupo que sondou David Mendes para concorrer para a autarquia do Cazenga.

Os deputados à Assembleia Nacional Makuta Nkondo e Sediangani Mbimbi, segundo fontes deste jornal, manifestaram também o interesse de apoiar o político. Recentemente, o próprio candidato disse a este jornal que alguns partidos na Oposição apoiam também a sua candidatura. Trata-se dos partidos integrados na coligação CASA-CE (PADDA- AP, PALMA, PPA, PNSA, PDP-ANA, e BD), UNITA, a FNLA e o PRS, e APN, este último extra-parlamentar.

David Mendes falava à margem de um encontro recentemente realizado no Cazenga com um grupo de jovens proponentes da sua candidatura. Disse que a sua intenção de concorrer para a autarquia do Cazenga já é do conhecimento do líder do Grupo Parlamentar da UNITA, Adalberto Costa Júnior. Informou que contactará Isaías Samakuva quando estiver consolidado o apoio de que necessita do povo do Cazenga. “Aí avançarei para pedir o apoio formal da UNITA”, sublinhou.

error: Content is protected !!