May pede adiamento do Brexit até 30 de Junho, Tusk oferece um ano

A primeira-ministra britânica formalizou Sexta-feira um segundo pedido de prorrogação da data de saída do Reino Unido da União Europeia (UE) até dia 30 de Junho, indicando estar a preparar-se para realizar eleições europeias em Maio

May escreveu ontem uma carta ao presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, em que refere não ser nem do interesse do Reino Unido nem da UE que o país participe nas eleições para o Parlamento Europeu, que se vão realizar entre 23 e 26 de Maio, mantendo ainda a esperança de poder aprovar a lei para o Brexit a tempo de cancelar o escrutínio.

“Porém, o Reino Unido aceita a opinião do Conselho Europeu de que se o Reino Unido continuar a ser membro da União Europeia a 23 de Maio, teria a obrigação legal de realizar eleições. O Governo está assim a avançar com os preparativos legais e responsáveis para esta contingência, incluindo fazer o edital que determina a data das eleições”, refere na carta.

error: Content is protected !!