Rede pretende abrir 50 cafés em 10 anos no país

O primeiro café foi aberto em Talatona. Seguem-se o Morro Bento e a baixa de Luanda. 300 empregos poderão ser criados em 10 anos, quando estiverem em funcionamento 50 cafés

A rede de cafés Matabicho já está em funcionamento, com serviço de pastelaria e refeições leves. A primeira loja foi lançada no dia 3 de Abril e funciona no edifício Masuika Office Plaza, em Talatona, inaugurada pelo governador provincial Luther Rescova. O projecto, da empresa DV Cafés, passa pela abertura de cinco unidades por ano, em média, até um total de 50 em todo país nos próximos 10 anos, criando cerca de 300 postos de trabalho directos. De acordo com Cláudia Silva, CEO da DV Cafés, o Matabicho pretende ser “moderno e sofisticado, mas com um toque angolano”, tendo como prioridade “oferecer um serviço de excelência aos clientes, apresentando sempre produtos de alta qualidade, com variedade e de produção nacional”.

“Esperamos, com esta primeira loja, não só oferecer mais empregos aos jovens da província de Luanda, mas contribuir para o fortalecimento da economia, absorvendo produção nacional de frutas e legumes”, revela a gestora. Ainda neste ano, serão inauguradas lojas na Baixa de Luanda e no Morro Bento, com dimensões entre 150 m2 e 200 m2. Algumas unidades poderão ter esplanadas e, nalguns casos, dois pisos.

“Está previsto no projecto chegarmos às zonas mais distanciadas do centro da cidade e às centralidades”, refere Cláudia Silva. A DV Cafés vai lançar, no primeiro ano de actividade, uma oferta pública de venda de 30% do seu capital, e prevê facturar, nos próximos cinco anos, o equivalente em kwanzas a 28 milhões USD.

error: Content is protected !!