Petro pronto para o Libolo no estádio 11 de novembro

Os tricolores recebem hoje os libolenses, em partida de acerto de calendário referente à 16ª jornada do girabola Zap, às 16:00. Para continuarem na corrida ao título, só os três pontos interessam à equipa do Catetão

O Petro de Luanda recebe hoje o Recreativo do Libolo do Cuanza-Sul, no Estádio 11 de Novembro, às 16:00. No encontro de acerto de calendário referente à 16ª jornada do Girabola Zap, os tricolores são obrigados a vencer os libolenses. A acontecer, os petrolíferos vão reduzir para três pontos a vantagem com o líder da prova, o 1º de Agosto. Por isso, o técnico Toni Cosano mostra-se confiante, uma vez que o empate, sem golos, com o primeiro classificado faz parte do passado.

O treinador da equipa do Catetão, por conhecer os libolenses à distancia (9ª posição com 29 pontos), corrigiu os erros cometidos no embate da ronda 23 no Domingo. Aliás, na primeira volta, em Calulo, o encontro não registou golos, sendo que tem sido difícil a equipa de Luanda vencer naquele terreno. Como é evidente, esta tarde a pressão reside nas “hostes” dos tricolores, uma vez que ainda sonham com a conquista do título. Tudo indica que o treinador dos tricolores não vai fazer muitas alterações no 11, o que foi visível no treino de recuperação física.

A formação do Cuanza-Sul quer vencer ou empatar em Luanda, pois pretende subir mais alguns degraus na tabela classificativa. Assim, o técnico André Makanga diz que não será um jogo fácil, porque está em Luanda para discutir os três pontos. Na semana passada, os libolenses foram goleados pelo 1º de Agosto (3-0), numa partida em que os argumentos foram poucos para contrapor. Como é evidente, o timoneiro libolense já ultrapassou a derrota e acredita que cada jogo tem a sua história. André Makanga vai entrar com uma equipa mais ofensiva, mas não pode esquecer a sua defesa, porque Thiago Azulão e Toni, avançados do Petro, estão à espreita.

error: Content is protected !!