Vitória nas legislativas de Israel atribuída a Netanyahu

A vitória nas eleições legislativas em Israel é já atribuída a Benjamin Netanyahu, depois de uma votação renhida e de um anunciado empate técnico com Benny Gantz. A noite foi de incerteza e expectativa em Israel. Numa das mais disputadas eleições legislativas nem as sondagens à boca das urnas deixaram antever quem seria o próximo primeiro-ministro do país. Perante uma votação taco-a-taco e projecções a apontar para o empate técnico, os candidatos Benjamin Netanyahu e Benny Gantz, declararam vitória em simultâneo.

Sem resultados definitivos, o atual primeiro-ministro celebrou entre os apoiantes o que considerou ser “uma clara vitória nas eleições”. “Estou muito comovido com o facto de que o povo de Israel tenha novamanete depositado a confiança em mim, pela quinta vez, que tenha ainda mais confiança. (…) Tenciono concluir rapidamente o trabalho com vista a formar um governo nacional estável”, anunciou Netanyah. Com 96% dos votos contados, o partido de Netanyahu garantia já entre 65 e 67 deputados entre os 120 assentos do Knesset, o parlamento israelita.

Uma maioria assegurada por uma coligação entre o partido Likoud, do primeiro-ministro, e os aliados religiosos e de extrema-direita. Para trás fica o Azul e Branco, do principal opositor, um partido de centro-esquerda, que, pela mão do estreante Benny Gantz, estima-se ter chegado aos 55 assentos no Knesset. Cabe agora ao presidente decidir quem tem melhores condições para ser primeiro-ministro e perguntar aos partidos com assento parlamentar se apoiam o nomeado e só depois o vencedor terá cerca de um mês para formar a coligação. Ao permanecer no poder, Benjamin Netanyahu torna-se no primeiro-ministro há mais tempo à frente dos destinos de Israel.

error: Content is protected !!