Delta Q realiza concurso em alusão ao Dia da Mãe

O concurso direccionado para crianças com idades compreendidas entre os 6 e 12 anos, visa celebrar o 5 de Maio, Dia da Mãe, uma iniciativa da ANGONABEIRO

A Delta Q, marca de café em capsulas, está a promover um concurso onde dará oportunidade aos filhos de concorrer e ganhar uma máquina Delta Q personalizada para oferecerem às suas mães. Para a concretização deste evento, a organização criou uma página da Delta Q no Facebook, realçando que os participantes com idades entre os 6 e os 12 anos, com o apoio de um adulto, poderão remeter desenhos que representem as suas mães e a sua relação com elas. A organização acrescentou, que as 10 melhores participações terão como prémio uma máquina de café Delta Q Personalizada com o desenho estampado.

O passatempo desta I edição, começou no passado dia 3 de Abril e, para concorrer, o participante deverá gostar da página da Delta Q e deixar nos comentários a imagem do seu filho, que deverá ser feita numa folha A4 e entregar também o original com o nome e a morada no Condomínio Alpha Escritório, Edifício Zwela, Luanda – Angola, até ao dia 22 de Abril, no link da página: http:// bit.do/eNVos.

José Carlos Beato, director da ANGONABEIRO, questionado sobre a realização deste concurso, explicou que “O Dia da Mãe é uma data muito especial, e o concurso vai permitir que os filhos consigam oferecer às suas mães, uma máquina de café com o seu próprio desenho, com o seu próprio sentimento e agradecer de forma simbólica o seu amor e o papel decisivo que sempre tiveram na sua educação”. “Com esta acção, sublinhou, “queremos aproximar-nos das famílias e demonstrar que a Delta Q é para todos os momentos e, ao mesmo tempo, agradecer às mães pelo seu papel vital na sociedade angolana”.

Dia da Mãe

O Dia da Mãe é uma data comemorativa celebrada no Primeiro Domingo do mês de Maio, isto é, 5 de Maio, em vários países do mundo, com o objectivo de homenagear todas as progenitoras vivas e já falecidas e demonstrar o amor dos filhos pelas suas mães. A efeméride, celebrada em datas diferentes, teve a sua origem no princípio do Século XX, quando uma jovem norte-americana, Annie Jarvis, perdeu a sua mãe e entrou em completa depressão. Preocupadas com aquele sofrimento, algumas amigas tiveram a ideia de perpetuar a memória da mãe de Anny com uma festa. Annie quis que a homenagem fosse estendida a todas as mães, vivas ou mortas.

Quando a sua mãe morreu, em 1904, decidiu também homenageá- la, chamando a atenção à Igreja de Grafton para a escolha de um dia especialmente dedicado a todas as mães. Três anos depois, a 9 de Maio de 1907, foi celebrado o primeiro Dia da Mãe, na Igreja de Grafton, reunindo praticamente família e amigos. Nessa ocasião, a senhora Jarvis enviou para a Igreja 500 cravos brancos, que deviam ser usados por todos, e que simbolizavam as virtudes da maternidade. Ao longo dos anos enviou mais de 10 mil cravos para a igreja de Grafton, encarnados para as mães ainda vivas e brancos para as já desaparecidas.

error: Content is protected !!