MPLA lança campanha para resgate dos valores cívicos

O secretário para a informação do Bureau Político do MPLA, Paulo Pombolo, anunciou ontem, em conferência de imprensa, em Luanda, que o seu partido vai lançar no Sábado, 20, uma campanha pública de moralização da sociedade angolana para o combate à corrupção, ao nepotismo, à bajulação e à impunidade, que se vai estender por todo o país até 2021

A campanha tem como objectivo fundamental resgatar os valores morais, cívicos e éticos que a sociedade foi perdendo durante estes últimos anos. Disse que a mesma vai envolver, não só os militantes do MPLA, mas também outros actores políticos do país, a sociedade civil, as instituições religiosas e as famílias angolanas em geral. Segundo Paulo Pombolo, esta campanha servirá também para promover um processo de educação do cidadão, de modo a prevenir futuros casos de corrupção. Considerou fundamental a participação da sociedade civil nessa campanha, sendo que, por via destas, a mensagem poderá chegar a outros cidadãos que não são militantes do seu partido.

Plano de acção do MPLA

Na conferência de imprensa, Paulo Pombolo fez saber que o Secretariado do Bureau Político inicia um ciclo de visitas de constatação do funcionamento das estruturas do partido em todo o país, começando pela Huíla, onde é esperada hoje a vice- presidente do partido, Luísa Damião. Na Huíla, segundo Pombolo, Luísa Damião vão interagir com os dirigentes e militantes, num programa que visa aproximar os dirigentes nacionais às estruturas intermédias do partido e, em particular, aos seus militantes e aos cidadãos em geral, no sentido de procederem à avaliação do nível de organização e desempenho das estruturas do partido.

Durante a sua visita de quatro dias, a segunda figura na hierarquia do MPLA vai presidir actos de massas, que servirão para o lançamento do processo de renovação de mandatos das organizações de base em todo o país, bem como na aproximação dos órgãos de direcção às estruturas de base do partido. A responsável vai manter um contacto com a comunidade académica daquela província, visita à Maternidade Irene Neto, Centralidade do Lubango e ainda a Central Térmica do Lubango.

error: Content is protected !!