APROCIMA realiza primeira acção formativa após reeleição da direcção em Março

A formação será ministrada pelo professor congolês democrático Ne Kunda Nlaba, mestre em produção e realização cinematográfica, que vai ainda abordar o mercado de filmes e a sua distribuição

Arranca hoje, às 17 horas, na sede da Associação Angolana de Profissionais de Cinema e Audio-visuais (APROCIMA), no bairro Vila Alice, o curso intensivo de produção de cinema. A formação que decorrerá até 10 de Maio, será consumada entre as 17 e as 21 horas, e vai ministrar aulas de conhecimentos teóricos e práticos sobre produção de ficção, incluindo os módulos de género cinematográfico, escrita de ficção, técnicas de manejo de câmara, som e luz. A formação vai ainda capacitar os formandos com lições de técnicas de filmagens com o smartphone, elaboração de orçamento para o filme, garantias de saúde e segurança, técnicas de filmagem de ficção e pós-produção.

A formação será ministrada pelo professor congolês democrático Ne Kunda Nlaba, mestre em produção e realização cinematográfica, formado pela Birkbeck London University, que vai ainda abordar o mercado de filmes e a sua distribuição. Segundo o secretário-geral da APROCIMA, Francisco Pedro, no final da formação os formandos vão produzir duas curtas-metragens de ficção. Por tratar-se de um curso intensivo, o secretário da associação, reeleito em Março, avançou que pretendem acolher no máximo 25 formandos, que se mostrarem interessados.

Objectivos

Francisco Pedro disse ainda que um dos principais objectivos do corpo social reeleito da APROCIMA é de investir na produção, distribuição e exibição de filmes. O responsável realçou que pretendem realizar em Maio um projecto que visa a exibição de filmes angolanos nas salas de cinema existentes nas várias províncias do país, a começar pela cidade do Lubango (Huíla). “Vamos insistir naquilo que são as actividades cinematográficas, produzir filmes e incentivar a sua produção, além das questões relacionadas com a formação. Serão esses alguns dos nossos grandes focos, para os nossos quatro anos de mandato”, salientou.

Conselho directivo

A reeleição da associação foi realizada a 9 de Março, enquanto o empossamento a 3 do mês em curso. Desta feita, o realizador e produtor de cinema Óscar Gil continua a presidir essa associação, fundada em 2014. Para o secretário da APROCIMA, não tem sido fácil liderar esta associação, pelo facto de não possuir meios, assim como condições financeiras e materiais. “Embora existamos há cinco anos, ainda há aspectos latentes e pendentes. Por isso é preciso entrega, para assumir as responsabilidades e conduzir o destino da associação”, ressaltou.

A APROCIMA

Fundada a 16 de Agosto de 2014, a APROCIMA é uma associação adversa à política, sem fins lucrativos, que goza de personalidade jurídica e autonomia administrativa. Tem como fim social o desenvolvimento e a promoção da arte cinematográfica, teledramaturgia e o audiovisual angolanos. De acordo com os Estatutos, entre outras acções, deve congregar e defender os interesses artísticos e técnicos dos profissionais do cinema e audiovisual, assim como promover a formação profissional dos seus associados e da sociedade em geral voltada para o cinema e o audiovisual. A presente associação presta ainda assessoria institucional às produções nacionais e estrangeiras realizadas, principalmente, em território nacional. Desenvolve ainda projectos e acções que visem resolver ou atenuar os numerosos constrangimentos e dificuldades que prejudiquem o desenvolvimento harmonioso do cinema nacional.

error: Content is protected !!