O que interessa mesmo

José Eduardo dos Santos viajou pela TAP, normal. José Eduardo dos Santos foi a Espanha tratarse, agora, como cidadão apenas, normal, como fazem outros cidadãos, quando era Presidente em funções é que era mau, tal como é mau o actual Presidente ir tratar da sua saúde lá fora. José Eduardo dos Santos não usou os meios do Estado para a viagem, normal, poupou dinheiro ao Estado que tem os cofres vazios.

Com esta viagem pela TAP, José Eduardo dos Santos cria constrangimentos aos serviços de segurança, nada mais falso, eles sabem como se desdobram; cria constrangimentos ao Presidente João Lourenço, só se este estiver na base da decisão daquele e com alguma culpa, aí o problema seria pessoal entre ambos, porque para a Instituição Presidente da República basta fazer o que se fez: disponibilizar os meios do Estado em obediência à lei e à Constituição.

Mas surgiram as habituais especulações e leituras políticas todas interesseiras assim que se publicou o comunicado da Casa Civil a dar conta da viagem. Logo ressuscitaram as alas lourencista e eduardista, com todo o tipo de asneiras associadas…

Eduardo dos Santos não nos disse as razões da sua opção e nem disse se volta a tempo do próximo congresso do MPLA, e, enquanto escrevo, as televisões passam em directo a ultima sessão do julgamento do caso Burla à Tailandesa, bem ao lado da Assembleia Nacional, de onde o sinal de TV em directo não sai…

error: Content is protected !!