Cunene beneficia de 45 toneladas de feno para bovinos

quarenta e cinco toneladas de feno foram entregues, nesta Quarta-feira, ao Governo da província do Cunene para apoiar os criadores de gado bovino a alimentar os animais nas áreas afectadas pela seca

O feno serve para alimentar o gado na falta de pastos, sendo uma mistura de plantas ceifadas e secas, geralmente gramíneas e leguminosas, usada como forragem para o gado, mediante a desidratação que retira a água mas mantendo o valor nutritivo e permitindo sua armazenagem por muito tempo sem se estragar. A par do feno foram igualmente entregues 32 toneladas de sal comum, 630 quilogramas de sal mineral, 100 quilogramas de carraticidas e 10 kit veterinário, no âmbito do plano emergências de combate a seca que assola essa região sul do país.

A entrega desses meios coube ao secretário de Estado para Agricultura e Pecuária, José Carlos Bettencourt, na ocasião disse, que o material entregue constitui o primeiro lote de meios destinados ao Cunene para assistir oito mil bovinos. Informou ainda que chegam na próxima semana 200 toneladas de milho em grau, 300 toneladas de farelo de trigo e 40 de feno. José Bettencourt fez saber que o Ministério disponibilizou 600 milhões de kwanzas para a acção de emergência com vista a mitigar a situação da seca com a abertura e reabilitação de 10 furos de água ao longo da fronteira com a Namíbia, construção de algumas formações zoo sanitárias como bebedouros, chafariz, manga de vacinação e currais destinado ao tratamento.

Já a vice-governadora para o sector Político, Social e Económico, Suraya Mateus Kalongela agradeceu o apoio que visa garantir a sobrevivência dos bovinos face à escassez de água e pasto. A responsável informou que nos últimos três meses, morreram 19 mil bovinos, das 702 mil e 149 ameaçadas pela seca e este apoio é de grande ajuda.

error: Content is protected !!