Jovens apelam ao esclarecimento sobre os critérios de atribuição da quota nos projectos habitacionais

O Instituto Angolano da Juventude realiza hoje, em luanda, uma conferência de imprensa para esclarecimento do modo de atribuição da quota de trinta por cento aos jovens nos projectos habitacionais estatais e as oportunidades para a auto-construção dirigida.

A conferência será presidida pela ministra da Juventude e desportos e visa apresentar aos jovens, o Pano nacional de Habitação para o quinquénio 2018/2022, colher contributos dos jovens sobre as alternativas para o acesso à habitação. Pretende-se, ainda, incentivar e apoiar os projectos de desenvolvimento social e comunitários dirigidos aos jovens, bem como promover o acesso dos jovens à habitação.

A iniciativa resulta do facto de as maiores preocupações apresentadas pelos jovens aquando do Fórum nacional da Juventude terem recaído sobre questões ligadas ao acesso à habitação e a auto-construção dirigida, do qual o executivo determinou que trinta por cento das residências de todos os projectos habitacionais do estado, sobretudo nas centralidades, devem beneficiar os jovens dos 18 aos 40 anos de idade.

Esta medida tomada pelo executivo tem suscitado inúmeras reclamações de jovens no que respeita aos critérios de aplicação de tais medidas, alegando incumprimento por parte de algumas instituições, quer entidades empregadoras, quer de gestão da distribuição de residências.