Editorial: Mais um ano perdido

Claramente, a região do Cunene, e também o Sul da província da Huíla, têm mais um ano de dificuldades em perspectiva. não choveu este ano, agora vem aí a Estação do Cacimbo, pelo menos três meses sem chuva. E não se pode afi rmar que venha a chover no próximo tempo quente, a Estação das Chuvas. E, ainda que venha uma estação com chuvas regulares, a comida será colhida apenas meses depois, apenas em 2010. Está claro que o país tem de olhar de forma mais solidária e empenhada para o Sul, tem de se desenvolver políticas que visem normalizar a vida na área mesmo sem chuvas, o que implica repensar tudo, sobre gestão dos cursos de água, investimentos, exploração agropecuária e até em termos de segurança nacional. Que este não perdido, um mais apenas, sirva de lição necessária.

error: Content is protected !!