Huambo quer contribuir para a economia nacional com a exploração de recursos minerais

A governadora provincial do Huambo, Joana Lina, afirmou ontem ser necessário continuar a apostar na diversificação das fontes de receitas para o Produto Interno Bruto, para que o país deixe de depender somente do petróleo. A governante garantiu que a província que dirige possui todas as condições para o alcance deste desiderato levado a cabo pelo Governo angolano

Por: João Katombela, no Huambo

Ao falar na cerimónia de abertura das IIª Jornadas Técnicas e Cientificas, Joana Lina, revelou que na província do Huambo, estão curso vários projectos de prospecção de diversas áreas com vista a identificar o potencial mineiro local.

Entre as diversas acções que estão a ser executadas numa das mais populosas províncias do país, a governante destacou a descoberta de alguns metais valiosos cuja exploração efectiva terá início já no próximo ano.

“A actividade mineira na província do Huambo não foge à realidade das demais províncias, sendo os minerais de apoio para a construção civil os mais explorados, como o granito e outros.

Os projectos de pesquisa e prospecção em curso nos municípios de Longonjo e Tchicala Tcholohanga estão virados para os metais preciosos, como o ouro, o cobre e elementos de terras raras”, garantiu.

Com a sua exploração, informou Joana Lina, a província poderácontribuir grandemente para a economia nacional e na criação de mais empregos para a população do Huambo, bem como um desenvolvimento sustentável para o país.Ainda assim, a governadora provincial do Huambo defendeu anecessidade de se incrementar estudos do potencial mineiro naprovíncia, para que se alcance o desenvolvimento sócio-económico local.

“Existem na província do Huambo várias ocorrências mineiras de ferro, granito, argilas, micas, quartzo, água mineral e para que isso possa contribuir para o desenvolvimento necessitamos de incrementar os estudos que com alguma profundidade de pesquisa e prospecção, para determinar, avaliar e confirmar o potencial mineiro e transformar em riqueza”, disse.

No que tange aos mineiras encontrados no município de Longondjo, o metal valioso está quantificado em 23 mil milhões do também denominado por terras raras.

O workshop, que visa saudar o mês do mineiro que decorreu de 15 a 27 de do mês em curso, ocorre sob o lema “Recursos minerais, um compromisso do trabalhador mineiro para o desenvolvimento

leave a reply