Kameia sem água há mais de 10 anos

No âmbito do programa ‘Água para Todos’ estava prevista a construção de três sistemas de captação, distribuição e tratamento de água, com início para 2014, o que até ao momento não aconteceu. Os habitantes tiram a água directamente dos rios ou das cacimbas, contribuindo para o surgimento de diversas patologias

O sector das águas constitui um dos principais problemas das autoridades do município da Kameia, província do Moxico, pelo facto de os seus habitantes não verem a água a jorrar das torneiras de casa há mais de 10 anos. No Lumeje, por exemplo, sede do município, o sistema de canalização colonial que vinha sendo utilizado não resistiu à força do tempo e degradou-se, segundo o seu administrador, Zaqueu Isaac. O estado de degradação do antigo sistema de captação e distribuição do líquido, faz com que os seus habitantes tirem a água directamente dos rios ou cacimbas, o que contribui para o surgimento de diversas patologias.

O administrador Zaqueu Isaac disse recentemente ao OPAÍS que existe há muito tempo um projecto de instalação e distribuição do Ministério da Energia e Águas, que tarda a concretizar-se, fazendo com que a população continue estes longos anos à espera que a água jorre nas suas torneiras. O projecto do Ministério da Energia e Águas, de acordo com Zaqueu Isaac, deveria arrancar Recebemos garantia que este ano o projecto da água há-de arrancar porque o problema talvez seja o desbloqueamento financeiro, disse Zaqueu Isaac.

Energia

No que diz respeito ao sector eléctrico, o problema não é muito diferente, pois o município é abastecido apenas na sua sede e parte da periferia por um gerador de 500 KVA, distribuição é feita maioritariamente no período nocturno. O maior número de habitantes que está privado do abastecimento de energia reside na periferia da sede da Kameia, são cerca de 26 mil, pois a luz do gerador não chega aos seus domicílios. Para Zaqueu Isaac, o ideal seria a construção de uma central térmica, acção que diz ser do domínio do Ministério da tutela. A Kameia tem uma extensão de 2733 Km2, com uma densidade populacional 29.476 mil habitantes, segundo Censo Populacional e da Habitação de 2014. A sede Lumeje, situa-se 102 quilómetros a Leste da cidade do Luena.

error: Content is protected !!