Detectado caso de Gripe A (H1N1) em Luanda

Detectado caso de Gripe A (H1N1) em Luanda

O Ministério da Saúde (MINSA) deu a conhecer na tarde desta quarta-feira (1), ter confirmado “nas últimas 48 horas” um caso de Gripe A (H1N1), em Luanda numa cidadã angolana com passagem recente na cidade de São Paulo, no Brasil.
Num comunicado a que Opaís Online teve acesso, o MINSA anunciou que, perante este caso “foram mobilizados todos os susistemas de saúde e a Organizalção Mundial da Saúde (OMS) e accionados todos os mecanismo de prevenção e controlo”.
Aquele departamento governamental revelou que a doente en causa se encontra isolada sendo que as pessoas que estiveram em contacto directo com ela “apresentam exames negativos para o vírus, mantendo-se sob vigilância médica”
O MINSA fez saber que até ao momento não se verificaram quaisquer outros casos da doença.
Lembra que a Gripe A (H1N1) é uma doença particularmente contagiosa porque transmite-se por via aérea e através de contacto directo com objectos contaminados.
Como medidas de prevenção, o Ministério da Saúde orientou a todos que tiverem tosse e espirro “ a cobrirem a boca e o nariz com um lenço, de preferência de papel. Se for de pano deverá ser lavado com sabão e passado a ferro diariamente.”
Aconselha também aos cidadãos a lavarem as mão com água e sabão depois de tossir ou espirrar bem como evitar tocar o nariz ou a boca com as mãos sujas.
O MINSA aconselha também aos que tiverem febre acima de 35,5ºC, tosse ou falta de ar, a deslocarem-se ao centro de saúde mais próximo e, aproximando-se o cacimbo, recomenda   “o uso de roupas que protejam a região da garganta, peito e costas (sobretudo em crianças) e evitar o consumo de bebidas geladas”.
O Ministério da Saúde diz estar atento e a acompanhar de perto o desenvolvimento da situação e exorta a população a manter-se calma e serena “pois, da acordo com a OMS, o facto de se ter detectado um caso de Influenza (H1N1), corresponde a um estado de alerta do nível 1, sendo este o mais baixo , numa escala de 0 a 5”.