Tricolores mantêm ‘acesa’ perseguição ao título

A duas jornadas do fi m do Campeonato Nacional, o Petro de Luanda reduziu para um ponto a desvantagem ante o 1º de Agosto, líder com 61, após vencer, por 2-0, ontem, na Lunda-Sul, o Saurimo FC, em desafi o referente ao acerto da 18ª jornada do Girabola Zap

Por: Kiameso Pedro

O Petro de Luanda deu ontem um passo importante no que diz respeito à luta pelo título, depois de vencer, por 2-1, o Saurimo FC no Estádio das Mangueiras, na Lunda-Sul, em jogo a contar para o acerto da 18ª jornada do Campeonato Nacional. Os golos dos tricolores foram apontados por Ricardo Job, ao cabo dos 84 minutos, e Herenilson, aos 90+4’. Com este resultado, os comandados por Toni Cosano relançaram a luta pelo título, perdido em 2010, porque estão neste momento a um ponto do líder que tem 61, o 1º de Agosto.

Por sua vez, o representante da província da Lunda-Sul mantémse na última posição com 18 pontos. Esta partida não se realizou na data inicialmente marcada por força do envolvimento dos petrolíferos nas eliminatórias de acesso à fase de grupos da Taça da Confederação Africana (CAF). Durante o desafi o, a formação do Catetão sempre foi a que mais importunou a zona defensiva contrária.

Os ‘lundas’ demonstraram dentro das quatro linhas que têm muitos aspectos a melhorar, porque nunca conseguiam chegar as zonas altas dos visitantes com critério. Reagindo à vitória, o treinador do Petro de Luanda, Toni Cosano, disse que a sua equipa vai continuar a trabalhar para vencer os próximos dois jogos. Nas hostes da turma da casa, o timoneiro angolano, Dione Pedro, reconheceu que o seu conjunto não esteve bem e que o opositor foi mais forte. resultados verifi cados:

No Sábado, o 1º de Agosto, tricampeão nacional, goleou o Atlético Sport Aviação (ASA), por quatro bolas a zero. O Interclube venceu o Cuando Cubango FC, por duas bolas a uma, ao passo que o Sporting de Cabinda e o Recreativo do Libolo não passaram de um empate a zero.

O Sagrada Esperança da Lunda- Norte e a Académica do Lobito empataram sem golos. O Recreativo da Caála do Huambo e o Progresso do Sambizanga não passaram de um nulo a zero. O Kabuscorp do Palanca derrotou o Desportivo da Huíla, por duas bolas a uma. O Bravos do Maquis do Moxico vergou o Santa Rita de Cássia do Uíge por três bolas a duas, em jogo no Estádio Mundunduleno.

leave a reply