Editorial: Palavra de ministro

O Ministro da Comunicação Social, João melo, disse que “os jornalistas não são juízes, não são polícias, não são justiceiros. devem manter a isenção e o distanciamento em relação aos factos, mas são comunicadores. Têm de comunicar bem”. É um bom recado para sociedade, sobretudo para as fontes oficiais dos serviços do estado, que chegam, algumas, a ver no jornalista até o inimigo, ou. Suavizando, a oposição. aliás, estas não são as únicas, quer na oposição, quer no governo, os nossos políticos têm pavor de um bom jornalismo. Mas o recado do ministro, claro, é dirigido aos jornalistas, alguns muito esquecidos da sua função, sendo eles próprios os primeiros a torpedear a liberdade de imprensa, com práticas reprováveis.

error: Content is protected !!