Kabuscorp do Palanca no “congelador” da FIFA

A formação da rua F do Palanca tem três dias para pagar a dívida que tem com o ex-craque brasileiro rivaldo, resultante da contratação feita em 2012. a não acontecer, o clube palanquino arrisca-se a descer de divisão

O Kabuscorp do Palanca, quarto classificado do Girabola Zap com 39 pontos, está no “congelador” da Federação Internacional de Futebol Associado (FIFA). Para não “descongelar”, ou seja, não descer de divisão tem três dias para saldar a dívida de USD 500 mil com o ex-internacional brasileiro Rivaldo. De acordo com o documento do órgão que rege o futebol no mundo, a formação do Palanca não cumpriu com os prazos estabelcidos. Por isso, o agente do atleta voltou a notificar a FIFA sobre o incumprimento do clube angolano, que neste momento ocupa o quarto lugar no Girabola Zap com 39 pontos.

O órgão que rege o desporto-rei afirmou que não se responsabiliza pelo não cumprimento, mas orienta a Federação Angolana de Futebol (FAF) a baixar o Kabuscorp para a segunda divisão. O Comité de Disciplina da FIFA tomou esta decisão em Fevereiro, porém foi tornada pública somente esta semana. Assim, a montanha de problemas do Kabuscorp começa a ganhar novos contornos na presente temporada. A direcção do Kabuscorp, por sua vez, está a envidar esforços para evitar a descida de divisão por via da decisão administrativa em questão.

A formação do Palanca, pelas mesmas razões, perdeu pontos no presente Campeonato Nacional de futebol. Antes da saída deste documento, a direcção alegava que estava tudo bem e que as dívidas estavam a ser pagas. Nos últimos anos, a direcção do Kabuscorp do Palanca incompatibilizou- se com vários atletas nacionais e estrangeiros. Muitos, à boca pequena, continuam atrás do presidente Bento Kangamba para ver resolvida a sua situação financeira. Treinadores, massagistas e preparadores físicos também fazem parte da lista.

error: Content is protected !!