Lourenço deixou orientações para mitigar efeitos da seca no Namibe

A seca que afecta a região Sul do país já causou inúmeras danos na vida dos habitantes das províncias do namibe, Huíla e Cunene, onde milhares de cabeças de gado morreram. na Província do namibe, mais de 20 mil famílias estão assoladas por este problema. ontem mesmo o Presidente rumou ao Cunene

POR:João Katombela, enviado ao no Namibe

Para avaliar a situação, o Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço, trabalhou ontem na província do Namibe, na procura de vias para a mitigação dos efeitos da seca. No Namibe, João Lourenço visitou a comuna do Kuroca, que também foi fustigada pela seca nos últimos tempos tendo causado vários danos, como a perda de grandes manadas da parte dos criadores. Para se combater os efeitos da seca na localidade, o Presidente da República deixou orientações ao Governo Provincial no sentido de se abrir furos artesianos para prover água para o abeberamento do gado e para o consumo humano.

De acordo com o administrador municipal do Tômbwa, foi já lançado o concurso público de adjudicação de obras para a construção de 11 furos artesianos de água na localidade do Kuroca. Sem adiantar os valores da empreitada, Alexandre Niuca informou que já existe uma verba disponibilizada pelo Governo Provincial do Namibe para a execução das obras. “No âmbito do programa emergencial em curso, a Administração Municipal do Tômbwa vai proceder à construção de 11 furos de água aqui na localidade do Kuroca, ainda este ano”, garantiu. Na localidade do Kuroca, um total de 3 mil famílias estão afectadas pela seca, já que na região não chove com regularidade há nove anos.

Alexandre Niuca, revelou que recebeu garantias do Presidente da República de que os problemas causados pela seca serão resolvidos de forma definitiva. “Objectivo do Presidente da República ao nosso município é inteirar-se do problema da seca e, neste sentido, baixou orientações precisas viradas para a resolução rápida do problema”, disse. Até ao momento, 13 cabeças de gado bovino morreram na localidade por falta de água e de pasto, por esta razão, segundo disse o administrador municipal do Tômbwa os criadores de gado encontram-se em transumância no município da Bibala, onde ainda existe algum de pasto Durante a sua estadia na província do Namibe, João Lourenço visitou o Hospital Geral, que foi totalmente equipado com novos meios, depois de oito anos paralisado. O Chefe do Estado angolano visitou igualmente, durante o seu trabalho na província do Namibe, infra-estruturas ligadas aos sectores das águas para informar- se do seu funcionamento.

leave a reply