Érika Nelumba autografa “Polivalente” hoje no Belas Shopping

Érika Nelumba autografa “Polivalente” hoje no Belas Shopping

Depois de ter realizado ontem, 4, na Praça da Independência, a venda e sessão de autógrafos da sua terceira obra discográfica denominada “Polivalente”, a cantora Érika Nelumba volta a estar dinate dos fãs, desta vez hoje, no Belas Shopping.

A obra que comporta 12 faixas musicais, em que predominam vários estilos, com destaque para a Kizomba, Semba e Afro house, comercializada ao preço de mil Kwanzas. Neste trabalho que conta com a participação de Paulo Flores, Lil Saint, MC Cabinda e Dj Silas destacam-se os temas musicais “Café mwangolé”, “Sentimentos” “O tempo ensina”, “Faltou”, “Novos tempos”, “O amanhã pertence a Deus” e “A mulher que tu amas”.

Em conversa com OPAÍS, durante a venda e sessão de autógrafo, Érika Nelumba disse que se sente feliz, por ter concretizado mais um sonho. “É uma emoção estar aqui a autografar esse trabalho que muito almejei. É a primeira vez que comercializo a minha obra aqui.

Os outros trabalhos vendi na portaria do Cine Atlântico e na da Radio Nacional de Angola. É um trajecto. Os fãs vão chegando aos poucos e estou feliz”, enfatizou. A também compositora realçou que os fãs a questionam da sua ausência do mundo da musica, durante dez anos, mas ela acredita ser por uma boa causa, razão pela qual está de volta.

“Espero sobretudo que as pessoas ouçam as minhas músicas, que vibrem com elas e que sejam tão duradouras quanto as outras que cantei”, disse. A obra discográfica “Polivalente” é comercializada ainda hoje, no Belas Shopping a partir das 9 horas.

Os temas musicais

Segundo ela, nas suas canções transmite mensagens de amor e do quotidiano , de uma forma geral. “São músicas com mensagens que nos fazem viajar, desde os momentos mais calmos e introspectivos, como aquelas para dançar e nos divertir”, observou.

Quanto às participações disse ser gratificante trabalhar com artistas renomados, no music all nacional e internacional. Esse trabalho é ainda uma homenagem às mulheres, com vista a enaltecer o trabalho que tem sido desenvolvido por elas. Sem adiantar datas, a cantora pretende também leva-lo às demais províncias do país.

Trajectória

Aos 19 anos, Érika Nelumba participou e venceu o concurso musical “ karaokê”, organizado pelo Cine Karl Marx em 2002, tendo-se revelado nas categorias de “Voz da semana” e “Voz do mês”. Com isso, ganhou o direito de gravar um tema nos estúdios Beto Max Produções, a empresa que suportou o seu disco de estreia, cujo tema de maior destaque foi “Arrependimento”.

Érika Nelumba identificase com o Soul Music e R&B, resultado da influência adquirida da estrela norte-americana Whitney Houston. A cantora conta com os álbuns “Pensando em ti”, 2003, e “Agora sim”, 2008.