Companhia de Circo brasileira abre temporada em Luanda

Em dois dias, e três sessões diárias, a companhia de circo Brasileira “Corpo Magico”, abre em Luanda a sua nova temporada, numa iniciativa do grupo Fênix em parceria com a Aurio Gama Eventos

Nos dias 11 e 12, a companhia de circo “Corpo Mágico” vem a Luanda para um grande espectáculo intitulado ‘Circo Angola – O Mundo Mágico’, que acontece já nos dias 11 e 12 de Maio no Centro de Conferência de Belas, com três sessões diárias, 10h, 14h e 17 horas. O conjunto é integrado por mágico, malabaristas, equilibristas que já se apresentaram em circos internacionais na Arábia Saudita, Suriname, EUA, e alguns países da América Latina, e também conta com palhaços, bailarinas, pirofagistas, proporcionando toda alegria do circo de picadeiro, para fora da lona do circo e prometendo encantar a todas as idades.

A companhia circense Corpo Magico actua há 16 anos com espectáculos, animações e oficinas circenses. Coordenada por Daniela Helena e Fausto Henrique De Oliveira, a mesma já realizou espectáculos circenses para mais de 1 milhão de pessoas. No repertório da companhia estão espectáculos clássicos, circense teatral e contemporâneo. Corpo Mágico surgiu em Setembro de 2006 para atender necessidades do mercado de trabalho.

Actua como prestadora de serviços artísticos e culturais e realiza eventos circenses seguindo a linha do Circo Clássico e Performático através de espectáculos, apresentações, oficinas e vivências pedagógicas, e pretende levar a magia e a alegria deste universo encantado e proporcionar o desenvolvimento de valores e sentimentos como o amor, a amizade, a confiança e a alegria.

Actualmente o Corpo Mágico é coordenado por Daniela Helena Calça, de 36 anos, licenciada em Educação Física, pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), e artista circense profissional há 16 anos, e por Fausto Henrique de Oliveira, de 44 anos, técnico de Segurança no Trabalho, sonoplasta e performer há mais de 20 anos. Ambos desenvolvem estudos e pesquisas (teórico e prático) sobre a arte circense.

leave a reply