Militares venezuelanos controlam acessos a dois aeroportos a Sul de Caracas

efetivos da Guarda Nacional Bolivariana (GNB, polícia militar) e das Forças de Ações Especiais da Venezuela (FAES) controlavam ontem o acesso a dois aeroportos situados a Sul de Caracas

Trata-se do Aeroporto Metropolitano, em Ocumare del Tuy (70 quilómetros a Sul de Caracas) e do Aeroporto Caracas Óscar Machado Zuloaga (40 quilómetros a Sul da capital). Fontes não oficiais dão conta que os militares estavam a inspecionar minuciosamente todas as viaturas e impedindo o acesso a pessoas que não tivessem cartão de identificação aeroportuário ou licença para voar.

Entretanto, no Aeroporto Internacional Simón Bolívar de Maiquetía, o principal do país, a situação, segundo vários passageiros, era normal, estando previstos vários voos comerciais de companhias aéreas internacionais, principalmente para países da América Latina. A este aeroporto, para a tarde de ontem está prevista também a chegada de um voo da TAP, da Turkish Airlines e da Air France, entre outras companhias.

Em Caracas, as forças de segurança bloqueavam os acessos ao parlamento da Venezuela, onde a Oposição previa aprovar esta Terça-feira o regresso da Venezuela ao Tratado Interamericano de Assistência Recíproca (TIAR). O TIAR, também conhecido como Tratado do Rio, consiste num pacto interamericano de defesa mútua, assinado a 02 de Setembro de 1947, no Rio de Janeiro. Este tratado prevê “o uso da força” como “cooperação militar”, quando um país sofre alguma agressão ou atravessa situações que possam colocar em perigo a segurança e a paz do continente.

error: Content is protected !!