Detidos cidadãos envolvidos em assassinatos de dois portugueses

A Polícia Nacional em Luanda confirmou a detenção de seis cidadãos nacionais com idades compreendidas entre 20 e os 26 anos, envolvidos nos crimes de homicídio voluntário por disparo de arma de fogo de dois portugueses. Os dois crimes ocorreram no passado mês de Abril. As vítimas foram Pedro Miguel Gonçalves, de 41 anos de idade, e Francisco Manuel Tomé Ribeiro, de 62 anos

A informação foi avançada ontem, em Luanda, pelo porta-voz do Serviço de Investigação Criminal de Luanda, superintendente Fernando de Carvalho, na apresentação dos resultados operacionais das últimas semanas de combate à criminalidade violenta (de 18 de Abril a 07 de Maio de 2019), que resultou na detenção de 101 cidadãos envolvidos em 71 crimes de diversas naturezas.

Dentre os suspeitos, a Policia Nacional deteve três cidadãos nacionais com idades compreendidas entre 20 e 26 anos envolvidos no crime de homicídio voluntario por disparo de arma de fogo, ocorrido no passado dia 23 de Abril, por volta das 19 horas e 45 minutos na via pública, no bairro Benfica, município de Talatona, de que foi vítima o cidadão de nacionalidade portuguesa Pedro Miguel Gonçalves, 41 anos. Segundo Fernando Carvalho, a vítima foi surpreendida quando mudava de residência e foi interpelado por três marginais, todos com armas de fogo do tipo pistola, que se faziam transportar numa motorizada e dispararam à queima-roupa, atingindo-o mortalmente.

Foram igualmente detidos três cidadãos nacionais, com idades compreendidas entre os 25 e 26 anos, envolvidos no crime de homicídio voluntario por disparo de arma de fogo ocorrido no passado dia 12 de Abril, por volta das 19 horas, no bairro Zango 3, município de Viana, em que foi vítima o cidadão português Francisco Manuel Tomé Ribeiro, de 62 anos. Francisco Ribeiro estava a caminho da sua residência a bordo de uma motorizada e terá resistido ao ataque dos meliantes que tinham com objectivo principal levar o meio rolante. Os três marginais também fizeram disparos à queima-roupa e atingiram a vítima na região Tórax.

Vietnamitas envolvidos em prostituição e tráfico de pessoas

A Polícia Nacional também deteve cinco outros cidadãos, quatro de nacionalidade vietnamita e um chinês, com idades compreendidas entre 22 e 44 anos, dos quais duas senhoras, todos com situação migratória ilegal, envolvidos em crimes de exploração sexual de mulheres, no bairro Zango Zero, no município de Viana (mais dados na página 32). No acto da actuação foi encontrada na posse do cidadão de nacionalidade chinesa Zhan Xao Hua, de 44 anos de idade, uma arma de fogo do tipo pistola, de marca Makarov, enquadrando-se na tipicidade de posse ilegal de armas.

error: Content is protected !!