Redacção sobre “colonialismo” garante prémio académico ao angolano Israel Campos na Inglaterra

O estudante que se prepara para frequentar a licenciatura em Jornalismo e Política, em terras de sua majestade, venceu o prémio pela Independent Schools Association (ISA)

Intitulada “Nós estamos aqui porque vocês estiveram lá”, o estudante angolano na Inglaterra, Israel Campos, sagrou-se vencedor com a redacção “Nós estamos aqui, porque vocês estiveram lá”, na categoria de Artes e Humanidades. Motivado pela sua professora de inglês enquanto aguarda pelo ingresso na universidade em Setembro deste ano, Israel Campos submeteu o seu trabalho sobre o colonialismo e o impacto que tem nas sociedades actuais.

O mote principal para a redacção do seu texto deriva de uma experiência pessoal vivida por si, pois estando radicado há quase dois anos naquele país europeu, já fora vítima de racismo, embora várias vozes apregoem que tal já não exista por estamos em sociedades mais evoluídas. “Apesar de que algumas pessoas pensem que o racismo já não exista, na prática a realidade é totalmente diferente. As pessoas continuam a ser tratadas de forma diferente pelo tom de cor da sua pele. E isso é o impacto do colonismo”, revelou o autor.

O júri

Sobre o artigo, o júri da competição, John Goddard, salientou: “O colonialismo e suas consequências são o tema do artigo vencedor nesta secção. Israel Campos intitula o seu artigo “Nós estamos aqui porque vocês estiveram lá”. Israel escreve com paixão e discernimento sobre o racismo, um legado duradouro do colonialismo. O autor comenta ainda que falar do passado colonial e seus efeitos nas vidas dos colonizados é falar inquestionavelmente sobre o racismo e sobre como o colonizador é responsável pelo julgamento da cor da pele e do preconceito que milhares ainda vivem. “A solução está no encontro de um denominador comum, que é sentar-se à mesma mesa e conversar, para concordar que há um problema que precisa ser resolvido. Isso só vai acontecer se for entendido que o racismo não deve ser apenas um problema para aqueles que sofrem, mas também para aqueles que o praticam. E só então pode vir falar de progresso. ”Uma boa conclusão para um artigo digno de vitória”; defende.

A academia

A Independent Schools Association é uma organização de escolas independentes no Reino Unido. Fundada em 1878 é um dos grupos mais antigos do país. É uma associação constituinte do Conselho das Escolas Independentes e conta com cerca de 513 escolas. A sede da associação fica em Great Chesterford, Essex. A organização oferece apoio profissional e treinamento para directores e funcionários das escolas dos seus membros, bem como actividades desportivas e culturais para os alunos. Tais actividades incluem um concurso de arte anual, um festival de teatro e competições de redacção.

O ISA Essay Competition é uma oportunidade anual para os alunos das escolas dos membros da ISA permitirem que as suas habilidades de escrita brilhem. Para a 6ª edição, a competição foi lançada em Janeiro deste ano e os alunos da competição poderiam optar por escrever sobre “Inglês e Linguística”, “Ciências, IT e Tecnologia” ou “Artes e Humanidades”. Com mais de 250 participantes, de todo o país, a competição deste ano viu um trabalho imaginativo e instigante em todas as categorias, considera a organização. O angolano Israel Campos é estudante na Inglaterra desde 2018. É jornalista de profissão vinculado ao Grupo Rádio Nacional de Angola e escreve semanalmente (Sábados), neste jornal afecto ao Grupo Media Nova.

error: Content is protected !!