PCA da Sonangol admite reajuste do preço dos combustíveis

PCA  da Sonangol admite reajuste do preço dos combustíveis

O novo presidente do Conselho de Administração da Sonangol (PCA), Pai Querido Gaspar Martins, admitiu esta Sexta-feira que o preço do gasóleo e da gasolina podem vir a ser reajustados tão logo se concluam os acertos entre a empresa e o Executivo.

O novo homem forte da Sonangol não avançou datas s   para a sua efectivação, mas  reconheceu que as subvenções aos combustíveis têm sido prejudiciais para os cofres da empresa.  Pai Querido prestou estas declarações no final do acto do seu empossamento como PCA da Sonangol.

O responsável assegurou, por outro lado, que há  reserva suficiente para se  normalizar o abastecimento de combustível, afirmando que as enchentes que ainda se verificam está relacionada com o tempo em que houve escassez.

Actualmente, o preço do litro de gasolina é de 160 Kwanzas e, antes da subida, em Janeiro de 2016, era comercializado  a115 Kwanzas.

O gasóleo é comercializado por 135 Kwanzas, contra os 90 Kwanzas anteriores