Petro de Luanda a uma vitória do título

Petro de Luanda a uma vitória do título

Num verdadeiro hino ao basquetebol angolano, o Petro de Luanda venceu, por 74-71, ontem, o 1º de Agosto no Pavilhão Principal da Cidadela, para a terceira partida da final do play-off do Unitel-Basket a melhor de sete jogos. Com esta terceira vitória, os tricolores estão a um triunfo de conseguirem o título perdido em 2016. Por sua vez, os militares são obrigados a vencer os próximos quatro jogos para sonharem com a revalidação do ceptro. Ontem, os petrolíferos entraram a todo o gás, tendo terminado o primeiro quarto a vencer por 18-16.

No segundo período, os militares estiveram melhor, com o jovem Tarcio Domingos que fez toda a diferença e foram para os balneários com o triunfo de 37-33, quatro pontos de vantagem. Com a expulsão de Benvindo Quimbamba por agressão, a turma às ordens de Lazare Andigono ficou amputada nas opções. No reatamento da partida, ou seja, naquele que é o penúltimo período, a equipa central das Forças Armadas Angolanas marcou os primeiros pontos, porque o rival não conseguia fazer uma defesa agressiva. Por sua vez, a formação do Eixo- Viário acertou e saiu a perder este quarto por um ponto, quer dizer, 53-54.

Apesar do frio que já se faz sentir em Luanda, o quarto período e último foi impróprio para cardíacos, uma vez que o Petro passou para a frente do marcador. Aliás, os adeptos que estavam presentes no Pavilhão Principal da Cidadela assistiram a um verdadeiro hino da “bola ao cesto”, porque muitas vezes se alterou o ‘placard’ a favor de uma ou outra equipa. A faltar sete segundos para terminar, o extremo base Carlos Morais converteu dois lances livres que colocaram o Petro de Luanda em vantagem de dois pontos. Na última tentativa de triplo que daria a reviravolta no marcador e a consequente vitória aos militares, o base Emamanuel Quezada falhou e permitiu o terceiro triunfo do Petro.