Malária mata vinte e duas crianças em Quilengues

Pelo menos 22 crianças morreram de Abril deste ano até a presente data vítimas malária no município de Quilengues, província da Huíla, num universo de 678 casos da doença notificadas pelas autoridades da Saúde da região Esse dado foi avançado na Sextafeira, na cidade do Lubango, pela directora do Gabinete Provincial da Saúde da Huíla, Luciana Guimarães, numa conferência de imprensa, tendo precisado que 18 óbitos foram registados em Abril e quatro este mês, nas localidades do Muila, Tuei e na sede municipal de Quilengues.

Fez saber que, para reduzir os casos de malária no município de Quilengues decidiu reforçar o stock de medicamentos anti-palúdicos e reagentes para o diagnóstico rápido da doença. Segundo a responsável, foi também estruturado um plano de emergência para a realização de um trabalho de fumigação na Sexta-feira e ontemm Sábado, para o combate ao mosquito transmissor do paludismo.

Aconselhou a população a estar atenta aos sinais de febres, vómitos e diarreias, no sentido de levar o doente de imediato às unidades de saúde, para evitar o agravamento da doença, bem como usar o mosquiteiro.

error: Content is protected !!