Jefran obrigada a pagar multa de 16 milhões de kwanzas

Jefran obrigada a pagar multa de 16 milhões de kwanzas

Para além desta medida, a imobiliária, encontra-se suspensa por um período de 12 meses, anunciou o director adjunto do Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (INADEC), Gilberto Dilu, numa reunião com técnicos do INADEC. Segundo o responsável, a instituição deverá devolver os imóveis aos clientes e quanto aos que não quiserem receber os imoveis para evitar constrangimentos devem receber o dobro do valor.

Referiu que a forma de pagamento aos clientes que, por incumprimento do contrato, não quiserem receber os imoveis, os valores deverão ser pagos em prestações. Salientou ainda que a Instituição achou conveniente encerrar a imobiliária durante esse período devido ao elevado número de reclamações que recebia.

Mais alerta Recentemente, o Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (INADEC) apelou aos cidadãos a não aderirem aos projectos imobiliários da empresa Jefran, sociedade que opera no sector da construção civil, por esta estar a enfrentar um processo devido ao incumprimento contratual em que um grupo de pessoas terá adquirido, em 2012, residências a esta empresa e até ao momento ainda não viram os seus imóveis.

Porém, apesar desta medida, o INADEC diz ter tomado conhecimento, com preocupação, por via dos órgãos de comunicação social, da divulgação de um spot publicitário da referida empresa sobre produtos e serviços imobi-liários supostamente pertencentes ao objecto do seu negócio, inclusive com exibição de um número de telefone para eventuais contactos, caso os consumidores manifestarem o seu interesse em aderir aos projectos.

Entre 2012 e 2015, mais de mil clientes pagaram habitações de tipologias T3 e T4 à Jefran, mas até ao momento não receberam as chaves, por razões que dizem desconhecer. Sobre o INADEC O Inadec é um Instituto público destinado a promover a política de salvaguarda dos direitos dos consumidores, bem como a coordenar e executar as medidas tendentes à sua protecção, informação e educação, e de apoio a organizações de consumidores.