Editorial: Estamos a falar de crianças

Sessenta menores de idade foram vítimas de abusos sexuais durante o primeiro trimestre deste ano, a nível do país, muitos dos quais ocorreram no seio familiar, revelou ontem, terça-feira, o director-geral do instituto nacional da Criança (inac), Paulo Kalesso, citado pela Angop.

Há, afinal, assuntos muito sérios escamoteados na comunicação em angola. este é um que deve ser classificado como escândalo nacional e merece um debate urgente na sociedade, até porque, com esta média, até ao fim do ano serão, pelo menos, e falando apenas dos casos denunciados, duzentas e quarenta crianças abusadas.

Uma sociedade sã não ode dormir descansada tendo este problema no seu seio. estamos a falar de crianças, senhores, a forma como as trata uma sociedade define o seu grau civilizacional.