Governo entrega restos mortais de Savimbi este mês

O Governo vai entregar oficialmente à família os restos mortais do líder fundador da UNITA, Jonas Savimbi, no dia 28 do mês em curso. O processo decorrerá na cidade do Luena, capital da província do Moxico. Em nota, a Comissão Multissectorial para o Processo de Exumação, Transladação e Inumação dos Restos Mortais de Jonas Savimbi refere que o dia 29 do mês em curso é a data indicativa para a cerimónia de inumação.

Jonas Savimbi morreu em combate a 22 de Fevereiro de 2002, na localidade do Lucusse, província do Moxico. Foi sepultado dias depois no cemitério da cidade do Luena. A 31 de Fevereiro deste ano (2019), os restos mortais do exlíder da UNITA foram exumados para a recolha de amostras destinadas a exame do ADN. Reunida esta Terça-feira (14), sob a coordenação do ministro de Estado e Chefe da Casa de Segurança do Presidente da República, Pedro Sebastião, a Comissão decidiu pela divulgação dos resultados do ADN na próxima Segunda-feira (20).

Os exames de ADN foram feitos pelo Laboratório de Genética da Faculdade de Medicina da Universidade Agostinho Neto, pelo Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses de Portugal e pelo Instituto de Medicina Legal da Argentina. Integram a Comissão Multissectorial, além de membros do Governo, representantes da família de Jonas Savimbi e do partido UNITA.