Carta do leitor: Onde anda a nossa ciência?

POR: Jorge Martins
Luanda

Caro director, Vou lendo jornais online e alguns em papel em Angola e noto uma pequena diferença, só não sei se é por culpa dos jornalistas ou por outra razão, mais preocupante, que é a de não haver mesmo notícia para dar. Estou a falar da ciência. Em muitos países do mundo os jornais têm uma secção para a ciência e tecnologia. A maior parte da matéria é local, ou seja, criada pelas próprias universidades e pesquisadores. Quando não apresentam inovações publicam artigos de opinião científica, mas aqui nada disso acontece. Ou os jornais não mostram, ou, de facto, as nossas universidades não produzem e os nossos professores e pesquisadores não pensam, logo, não têm opinião científica sobre os fenómenos, o que é muito triste. Eu gostaria de ler o que se discute nas nossas universidades, mas parece que nada acontece aí. Ficam no vazio os muitos avisos a propaganda feitos pelos sucessivos ministros da ciência e do ensino superior, a nossa inovação não pode ficar resumida na feira dos inventores, é muito pouco. Temos de mostrar o que pensamos também, o que fazemos.