Militares com atenções viradas para a AfroLiga no Pavilhão do Kilamba

O 1º de Agosto, vice-campeão nacional, começa esta manhã, às 8:30, no Pavilhão Victorino Cunha, em Luanda, a preparar a final-four da AfroLiga, prova a realizar-se no Pavilhão do Kilamba, de 24 a 26 deste mês.

Depois de perderem o título do Unitel-Basket para o Petro de Luanda, os militares são obrigados a trabalhar arduamente para a conquista da taça africana.

Para isso, os comandados do treinador angolano Paulo Macedo terão de esquecer o fracasso no Nacional. Na sessão de hoje, a equipa técnica vai procurar trabalhar os aspectos psicológicos para ultrapassar nas meias-finais o Smouha Sporting Clube de Alexandria, do Egipto.

Aliás, como é habitual as componentes técnica e táctica também vão merecer atenção por parte de Paulo Macedo e companheiros. Amanhã, os egípcios do Smouha SC chegam ao país com o objectivo de surpreender a equipa central das Forças Armadas Angolanas.

Por este facto, os faraós decidiram chegar mais cedo ao palco da competição para se adaptarem ao ambiente.

O “mister” da turma do Rio Seco, Paulo Macedo, garantiu que a equipa vai trabalhar para vencer a Liga Africana, mas respeitando os seus opositores.

Partilha da mesma opinião o poste angolano Eduardo Mingas, atleta que esteve em destaque no sexto jogo da final do Unitel-Basket.

Noutra meia-final, o AS Salé (Marrocos) joga com o JS Kairouanaise (Tunísia).

Os vencedores disputam a final e os vencidos o terceiro lugar.

error: Content is protected !!