Sindicalistas da EPAL “esperançosos” com a chegada do novo Conselho de administração

Os manifestantes em greve há quase dois meses afirmam estarem dispostos a cooperar com a nova administração para a melhoria da qualidade do serviço prestado e da imagem da empresa

A comissão sindical dos trabalhadores da EPAL, filiada na Confederação Geral de Sindicatos Livres de Angola (SGSILA), afirma estar esperançosa no que tange a resolução dos seus problemas, com a nomeação do novo Conselho de Administração, designado na Segunda- Feira, 20, pelo Presidente da República, João Lourenço. Em depoimento a OPAÍS, o primeiro secretário, António Vasco Martins Domingos, afirmou que esperam que a direcção os convoque para uma reunião, em que poderão pôr fim à greve que já dura desde 28 de Março de 2019.

Atendo-se à máxima “dar o benefício da dúvida”, afirma estarem dispostos a trabalhar com a nova direcção de forma a melhorar a qualidade do serviço e do produto disponibilizado aos consumidores, bem como a imagem da empresa. “Continuamos aqui debaixo das árvores à espera de sermos chamados”, disse. Sobre a destituição da administração cessante, liderada por Diógenes Diogo, o líder sindical afirma que em momento algum tencionavam que tivesse esse destino.

Alegou que sempre apresentaram propostas flexíveis para que se chegasse a um acordo, mas não houve bom-senso da outra parte, que se mostrou irredutível em atender as preocupações dos trabalhadores, muitos dos quais com salários de 59 mil Kwanzas. “Não foi por esta razão que cruzamos os braços. Tentámos negociar, todavia, não fomos ouvidos. Por esta razão recorremos aos órgãos de comunicação social e escrevemos ao Presidente da República”.

Novo elenco

De acordo com o despacho presidencial a que OPAÍS teve acesso, o Titular do Poder Executivo nomeou Fernando João Cunha para presidente do Conselho de Administração e será coadjuvado por Alberto Miguel Manuel; Ângelo Sebastião Filipe; Manuel Silva Lopes da Cruz e Kubikiladia Bernardete Garcia como administradores executivos; já Armando João e Celeste de Jesus Sequeira Bragança foram nomeados administradores não executivos.

error: Content is protected !!