Governo compra prédio em Luanda por 39,2 milhões de dólares para instalar inspecção do Estado

O Governo angolano vai gastar mais de 35 milhões de euros na aquisição de um prédio de oito andares, no centro de Luanda, que vai receber sede da Inspeção-Geral da Administração do Estado (IGAE) de Angola.

A aquisição do edifício foi autorizada por despacho assinado pelo Presidente angolano, João Lourenço, com data de 16 de maio e ao qual a Lusa teve hoje acesso.
No documento, o chefe de Estado autorizou a compra do edifício Memory, na Rua José Anchieta, em Luanda, um negócio de 39,2 milhões de dólares (35,14 milhões de euros), no equivalente a 12.337 milhões de kwanzas, cotados ao câmbio de 14 de fevereiro de 2019.
A sede da IGAE passará assim para o edifício de oito pisos concebido pelo escritório do arquitecto libanês Alain Khoury em 2013.
No despacho, o chefe de Estado justificou a aquisição do edifício com as necessidades “de se melhorar as condições de trabalho dos órgãos que integram o aparelho do Estado, tendo em vista o aumento da eficiência e da eficácia das suas actividades” e “de se adquirir a um imóvel para a acomodação condigna da Inspeção-Geral da Administração do Estado”.
A celebração da escritura de compra e venda com a empresa MEMORY – Construção Civil, Importação e Exportação, Limitada foi delegada ao ministro das Finanças.
No final de 2014, o então Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, autorizara, em despacho, a aquisição de um terreno para a construção de um edifício destinado à Inspeção-Geral da Administração do Estado.

error: Content is protected !!