Presidente da República concede audiência a entidades civis de Malanje

João Lourenço efectuou uma visita de trabalho de 48 horas a Malanje, durante a qual orientou a 1ª reunião do Conselho de Governação Local(CGL)

POR: Miguel José, em Malanje

O Presidente da República, João Lourenço, recebeu em audiências separadas, no fim da tarde de Terça- feira, em Malanje, o soberano do Reino do Ndongo, Buba Nvula Ndala Mana “Rei Kabombo”, o arcebispo metropolitano de Malanje, Dom Benedito Roberto, o bispo da Igreja Metodista Unida, José Kipungo, e o presidente da Câmara de Comércio e Indústria de Malanje (CCIM), Domingos Jorge À saída da audiência, o “Rei Kabombo” informou à imprensa que apresentou ao Presidente preocupações que têm a ver com a falta de emprego para a juventude, bem como a reabilitação das vias que dão acesso à sua área de jurisdição como sendo as que mais afligem a sua população.

Por sua vez, Dom Benedito Roberto falou com o PR da necessidade da reconstrução das infraestruturas católicas viradas para os internatos, de modo a albergar jovens desfavorecidos, missões para apoiar as comunidades, assim como a construção de centros de artes e ofícios para contribuir na redução do desemprego da juventude. O bispo da Igreja Metodista Unida, José Kipungo, depois da audiência com João Lourenço, disse ter recebido garantias sobre as preocupações apresentadas, que com consistem na reabilitação das infra- estruturas da Missão do Késua.

Classe empresarial

 Já o presidente da CCIM, Domingos Jorge “Sassassa”, falou com o Presidente da República sobre o funcionamento da banca e a sua flexibilidade na concessão de créditos, mas também da morosidade no pagamento das dívidas que são contraídas pelo Governo e que têm estado a criar embaraços na gestão empresarial. Em conversa com os jornalistas, o empresário disse ter transmitido ao PR o estado avançado da degradação das vias de acesso às zonas rurais como sendo o factor estrangulador no escoamento de produtos. Disse ainda que João Lourenço, na sua visita de trabalho de 48 horas a Malanje, durante a qual orientou a 1ª reunião do Conselho de Governação Local (CGL), foi informado também da falta de electricidade nos municípios como sendo uma das condições que impedem o alargamento do investimento empresarial. Jorge “Sassassa” diz ter recebido do Chefe de Estado esclarecimentos sobre acções que estão a ser gizadas para que a dívida pública seja paga, assim como a concretização de outras tarefas, no sentido de apoiar, de um modo geral, o empresariado nacional.

Centralidade de Malanje

Ontem Quarta-feira,22, no termo da sua visita, João Lourenço foi constatar o grau de desenvolvimento das obras da Centralidade de Malanje, onde estão a ser edificados 212 apartamentos, e ainda as instalações do Instituto Superior de Tecnologia Agro-alimentar de Malanje (ISTAM), cujas obras, concluídas em 2017, destinam-se à formação de quadros que deverão assegurar a investigação científica e o desenvolvimento do país.

error: Content is protected !!