1º de Agosto bate Smouha e apura-se à final da AfroLeague

Depois de vencer o Smouha do Egipto ontem por 86-76, os militares discutem amanhã, às 20:30, o título da AfroLeague frente AS Sportive Salé de Marrocos

Ontem, o 1º de Agosto apurou-se para a final da AfroLeague, Liga dos Clubes Campeões de África em sénior masculino, após vencer (por 86-76) o Smouha Sporting Club do Egipto no Pavilhão Multiusos do Kilamba, em Luanda.

Deste modo, os militares vão discutir amanhã o título do Africano diante do AS Salé do Marrocos, detentor do troféu.

Ao intervalo, a equipa central das Forças Armadas Angolanas já vencia, por 44-37, com sete pontos de vantagem.

Com esta vitória os rubro-negros estão galvanizados, aliás apuraram- se para a final, e vão querer vencê-la para salvar a época.

Neste jogo, os militares são favoritos, mas não podem ignorar o opositor, uma vez que o AS Salé, logo tem argumentos para contrariar o representante angolano.

Por esta razão, na sessão de treinos de hoje, o técnico do 1º de Agosto, Paulo Macedo, vai recuperar o aspecto físico dos seus atletas para depois corrigir os erros da partida anterior, por forma a entrar forte no jogo da final.

Ontem, o 1º de Agosto teve muitas dificuldades para contrapor os intentos do Smouha, porque os egípcios entraram a todo gás, aliás saíram a vencer no primeiro quarto, por 20-25.

No reatamento, ou seja no segundo quarto, os rubro-negros entraram determinados e foram ao intervalo com a vantagem de 44-37. No terceiro e quarto períodos, os militares jogaram o “tudo ou nada”, aliás só a vitória interessava, pois chegar à final era o objectivo do representante angolano.

O prémio de jogador mais valioso da partida foi atribuído a Andre Harris, após ter anotado 24 pontos.

O treinador do 1º de Agosto, Paulo Macedo, agradeceu a Deus pela qualificação ao título do Africano. “Temos o dia de hoje para corrigirmos alguns erros para evitar uma possível surpresa”, garantiu.