Lunda-Norte junta-se para acudir Cunene

O Governo Provincial da Lunda-Norte, através da Comissão Provincial de Protecção Civil, mostra- se solidário com as vítimas da seca no Sul do país e lança uma campanha de recolha de bens alimentares produzidos na província para acudir estes irmãos.

O governador Ernesto Muangala, por meio de comunicado de imprensa a que tivemos acesso, orientou os administradores municipais no sentido de, a partir do dia 23 de Maio do corrente, encabeçassem a campanha de recolha de bens, articulando com a Comissão Provincial de Protecção Civil a transportação dos mesmos e o consequente armazenamento, no Dundo.

Foram chamados a participar todos os empresários agrícolas, camponeses, pescadores, cooperativas agrícolas e de pesca e populações em geral, “a participarem nesta campanha que visa ajudar os irmãos do Cunene, Huíla, Namibe e Cuando Cubango”. Os interessados devem fazer a entrega dos donativos na Administração Comunal ou Municipal do seu bairro.

Importa frisar que dados do Governo do Cunene dão conta que as necessidades alimentares para acudir a população nas zonas rurais afectadas pela seca, num período de um ano, cifram em 400 mil toneladas de bens alimentares diversos.

Actualmente, estão afectadas pela seca 178 mil e 955 famílias localizadas 436 localidades críticas a nível dos seis municípios. Quanto ao gado, estão afectados um milhão e 100 mil bovinos, sendo que de Outubro de 2018 a presente data já morreram 26.267 animais.