Feira de produtos agrícolas reúne camponeses em Saurimo

Sessenta camponeses rurais participaram no Sábado, em Saurimo, província da Lunda-Sul, numa exposição de venda de produtos agrícolas, actividade enquadrada nos festejos do 63º aniversário da cidade, a comemorar-se no dia 28 deste mês.

Na feira foram expostos produtos como mandioca, abóbora, milho, feijão, batata-doce, batata rena, banana pão, banana de mesa, cana-de-açúcar, amendoim, limão, laranja, ananás, tomate, cebola, entre outros produtos das colheitas. Em declarações à Angop, o expositor e sócio gerente da fazenda agrícola “Cazua”, Mário zua, disse que a feira foi proveitosa por permitir a troca de experiências, apresentação de produtos e realização de negócios.

Frisou que, além da venda de produtos, os participantes trocaram sementes agrícolas e partilharam conhecimentos sobre as técnicas de tratamento das culturas e combate às pragas. Já a camponesa Maria Domingos fez saber que levou para a feira mandioca, batata rena, cana-de-açúcar e tomate, tendo já vendido parte dos seus bens. Encorajou a Administração Municipal de Saurimo no sentido de realizar, trimestralmente, eventos iguais para facilitar os camponeses a comercializarem os produtos, visto que muito desses bens se degradam no campo por falta de escoamento.

Informou que os camponeses necessitam de tractores, enxadas, catanas, limas, adubos, motas de três rodas, para ajudar a aumentar a produção e escoar os produtos do campo para a cidade. Na ocasião, o administrador municipal de Saurimo, Neves Romão, ressaltou que o objectivo da actividade era promover a comercialização dos produtos agrícolas e proporcionar a partilha de experiências entre os produtores. A iniciativa, ressaltou, visa também contribuir para o incentivo e promoção da prática agrícola, ajudar no programa de combate à fome e à pobreza nas comunidades. Fez saber que a Administração Municipal de Saurimo vai apoiar nos próximos dias os camponeses, com sementes, material de trabalho e formação para melhorarem os seus serviços e aumentarem a produção.