Editorial: Uma realidade muito dura

O transporte de doentes urgentes da zona Alta para o Hospital Geral do Lobito, na província de Benguela, foi neste Sábado reforçado com a entrega de uma ambulância nova ao centro materno-infantil do bairro Bela Vista, na periferia da cidade. A notícia é da Angop e uma vez mais nos obriga a “aterrar” na nossa realidade, nas nossas insuficiências, no duro que é a vida em Angola, sobretudo para as pessoas mais desfavorecidas e vulneráveis. Quem conhece o Lobito sabe da densidade populacional da sua zona alta, e pensar que pudesse haver aí um centro materno-infantil sem uma única ambulância é o mesmo que desenhar o abandono a que estão sujeitas milhares e milhares de crianças angolanas, pela única culpa de não pertencerem ao pequeníssimo grupo dos endinheirados, que se tratam lá fora, claro.

leave a reply