Carta do leitor: Uma realidade que cansa

POR: Francisco Osório
Maianga – Luanda

Caro director Mas nós temos mesmo administrações municipais e governos provinciais em Angola? Não parece. O que parece é que temos pessoas que pagamos para estas funções mas que não vivem no nosso planeta. Não conseguem ver nada do que acontece mesmo nas suas áreas de jurisdição. E como não circulam nas mesmas estradas que nós, também não sentem os buracos que nos sacodem e estragam as viaturas. Nem conseguem ver que não há passeios para as pessoas. Não sei mesmo se a noção que os nossos governantes têm de uma cidade é esta, cheia de buracos charcos, areia em todo o lado. Mas quando viajam para o estrangeiro, porque viajam muito, basta ficar um pouco no aeroporto para os vermos a sair e a entrar, será que lá não estranham um pouco ao verem as cidades dos outros? Ou reprovam aquilo e julgam que a forma como vivemos é que está bem? Se calhar é isso. Porque se eles pensassem de forma diferente e se vivessem aqui, não teríamos de passar pelo que passamos todos os dias. uma cidade ter duas ou três ruas boas e tudo o resto numa desgraça não é nada. Aos seus amigos estrangeiros levam para certos sítios e dizem que aquilo é Angola, deixem-nos ainda entrarem nos bairros para sentirem aquilo que vislumbram do ar, do avião. É uma pena só ouvirmos discursos e a realidade ser diferente. Cansa.

error: Content is protected !!