Cidadã baleada por marido polícia com quadro clínico estável

Cidadã baleada por marido polícia com quadro clínico estável

A cidadã de 27 anos baleada na madrugada de Segunda-feira pelo marido, agente da Polícia Nacional, encontra- se com o quadro clínico estável, após passar por duas intervenções cirúrgicas no Hospital Américo Boavida, revelou ontem, a OPAÍS, uma fonte daquela instituição. Após ser avaliada pela equipa médica do banco de urgências daquela unidade hospitalar, a vítima foi encaminhada para o departamento de cirurgia, onde, na Quarta-feira, foi submetida a uma intervenção maxilofacial e outra do fórum ortopédico. “A vítima narra que colocou-se de joelhos implorando pela vida. A bala afectou o nariz, a mandíbula e clavícula. O quadro clínico é estável”, detalhou a fonte.

Segundo informações avançadas pelos familiares da vítima aos órgãos de comunicação social, o crime (homicídio voluntário na forma tentada) ocorreu na casa dos pais do acusado, Luís Sebastião, de 26 anos, em Viana, onde os dois se encontravam viver maritalmente há cerca de oito meses, porque a vítima terá negado passar a ferro uma das suas camisas. Não satisfeito, o agressor empunhou a arma, em sua posse, e disparou contra a ofendida.

Já a contas com a Justiça

Por seu turno, a Polícia Nacional, em comunicado divulgado na sua página na rede social Facebook, afirma que o acusado já se encontra sob alçada da justiça e foi encaminhado ao Serviço de Investigação Criminal para os devidos procedimentos legais.