Conferência internacional analisa desigualdades no trabalho

Conferência internacional analisa desigualdades no trabalho

A luta pela desigualdade no trabalho é um dos temas que domina, nesta terça-feira, a 108ª sessão da Conferência Internacional do Trabalho (CIT), que decorre no Palácio das Nações, em Genebra, Suíça.

Neste evento, que marca o centenário da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Angola assume a vice-presidência, encabeçada pela Representante Permanente junto do Escritório das Nações Unidas e demais Organizações Internacionais em Genebra, Margarida Izata.

Na sessão de hoje os destaques vão para os pronunciamentos de diferentes Chefes de Estado e de Governo, entre os quais, do Eswatini, da Federação Russa, Alemanha e França e Reino Unido, indica uma nota da Representação Permanente de Angola junto do Escritório das Nações Unidas e demais Organizações Internacionais em Genebra.

O evento, que comporta dois segmentos de alto nível, conta com a presença de mais de 50 Chefes de Estado e de Governo, incluindo o secretário-geral da ONU, António Guterres e a Presidente da 73ªSessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, a equatoriana Maria Fernanda Espinosa.

A OIT é uma instituição multilateral das Nações Unidas, especializada nas questões do trabalho, fundamentalmente no que se refere ao cumprimento das normas, convenções e recomendações internacionais.