Reserva Federal acompanha reformas económicas em Angola

A Reserva Federal (Fed) dos Estados Unidos da América (EUA) acompanha com satisfação as reformas económicas implementadas pelas autoridades angolanas, depois da suspensão, em 2015, da venda de dólares a bancos sediados em Angola.

Segundo a embaixadora dos EUA em Angola, Nina Maria Fite, em declarações à imprensa, nesta Quarta-feira, em Luanda, as reformas estão a contribuir para o regresso ao mercado angolano dos correspondentes bancários norte-americanos.

“Não tenho datas, não existem datas fixas em que os bancos podem voltar, (…) mas o mercado está a acompanhar as reformas”, afirmou a diplomata no final de uma audiência que o Presidente da República, João Lourenço, concedeu a uma de legação do Fed. Nina Maria Fite, que esteve no encontro, disse terem sido abordadas com o Chefe de Estado angolano questões ligadas ao fortalecimento dos laços entre o Sistema de Reserva Federal dos Estados Unidos e o Banco Nacional de Angola (BNA).

A delegação de alto nível do Fed dos EUA chegou Terça-feira a Angola para uma visita de trabalho de 48 horas, com o objectivo de abordar com as autoridades angolanas assuntos relativos à recuperação da moeda norte-americana nas operações com correspondentes bancários. Durante a sua permanência em Angola, a delegação vai encontrar- se também com responsáveis do BNA e de outras autoridades ligadas ao sector financeiro do país.

error: Content is protected !!