MPLA quer (apenas) técnicos angolanos no PIIM

A primeira reunião de Pombolo como secretário-geral do MPLA discutiu o Plano Integrado de Intervenção nos Municípios, uma iniciativa do Presidente da República e do MPLA. O comunicado saído do encontro recomenda “real funcionalidade e manutenção permanente por técnicos angolanos, de preferência os residentes nesses municípios”

Sob a orientação de Paulo Pombolo, o seu secretário-geral, o MPLA reuniu o Secretariado do seu Bureau Político nesta Sexta-feira, dia 21 de Junho, na Sede Nacional do Partido, em Luanda. Na reunião, o Secretariado do Bureau Político do apreciou, segundo uma nota enviada a este jornal, o memorando sobre o Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), que o Executivo angolano vai lançar nos próximos dias, com o objectivo de identificar as acções específicas a desenvolver a curto prazo em todo o país, “com forte impacto na melhoria das condições de vida das populações”.

O Secretariado do Bureau Político do MPLA, continua a nota,encorajou esta iniciativa do Governo”, tendo reflectido que não deve ser limitada à realização dos projectos em si, mas à sua real funcionalidade e manutenção permanente por técnicos angolanos, de preferência os residentes nesses municípios.

O Secretariado do Bureau Político do MPLA, nesta sua primeira reunião a seguir ao sétimo Congresso Extraordinário do passado dia 15, debruçou-se, igualmente, sobre a movimentação de representantes do MPLA colocados em diferentes comissões eleitorais, nas províncias do Bié, do Cuando-Cubango, do Huambo e da Lunda- Norte.

Paulo Pombolo, secretário-geral do MPLA, Virgílio de Fontes Pereira, secretário do Bureau Político para a Reforma do Estado, Administração Pública e Autarquias e Albinos Carlos, secretário do BP para a Informação, que participaram nesta reunião como estreantes nas respectivas funções, foram saudados pelos seus camaradas neste órgão partidário. Finalmente, os presentes felicitaram a Selecção Nacional de Futebol Sénior, os Palancas Negras, pela sua participação na 32.ª edição da Taça das Nações Africanas, CAN 2019, iniciado nesta Sexta-feira no Egipto, augurando a maior prestação, para a dignificação de Angola no concerto das nações. Os Palancas Negras estreiam-se a jogar no CAN nesta Segunda-feira, na cidade de Suez.

error: Content is protected !!