Presidente da República já trabalha na Huíla

O Presidente da República, João Lourenço, encontra-se já na província da Huíla, onde, durante dois dias, cumprirá um “vasto programa” de visitas a instalações económicas e sociais da região.

À chegada, no Aeroporto da Mukanka, o Presidente João Lourenço, acompanhado da Primeira-Dama da República, Ana Dias Lourenço, foi recebido pelo governador local, Luís da Fonseca Nunes, responsáveis de Departamentos Ministeriais, membros do Governo Provincial, autoridades tradicionais e pela população local.

Hoje, primeiro dia de visita do Chefe de  Estado manteve  um encontro com os membros do Governo da Província da Huília e previa  contactos com figuras representativas da comunidade local, para a “auscultação de pontos de vista e contributos, dentro do espírito de uma presidência aberta”. Entre as infra-estruturas sociais a serem visitadas pelo Presidente da República, no segundo dia de trabalho, destaque para a Centralidade da Quilemba, o bairro da Mapunda e o Hospital Geral do Lubango, este último terá em funcionamento o Centro de Hemodiálise, equipado com tecnologia de ponta.

O Presidente da República vai, igualmente, constatar os vários troços de estrada requalificados ou em fase de recuperação, bem como visitar vários estabelecimentos de ensino público e um complexo escolar da Igreja Católica.

O referido complexo escolar, localizado nos arredores da cidade do Lubango, foi reabilitado com fundos públicos, no valor de oito milhões e 500 mil dólares norte-americanos. Anteriormente, funcionava como Instituto Normal de Educação (INE) do Lubango. O Chefe de Estado visitou, pela primeira vez, a província da Huíla nos dias 13 e 14 de 2018, altura em que orientou, na cidade do Lubango, os trabalhos da 7.ª Reunião Ordinária da Comissão Económica do Conselho de Ministros.

O encontro havia apreciado a criação de um Gabinete Central de Censo Agro-Pecuário e Pescas, para planificar, preparar, recolher, tratar, analisar e divulgar dados estatísticos resultantes do recenseamento de 2019. Na mesma sessão, foi apreciado um memorando sobre a execução do Programa de Investimentos Público das províncias da Huíla, do Namibe e do Cunene, bem como das finanças públicas nacionais.

error: Content is protected !!